27 maio 2012

Deus e o mal

Encontrei na poesia de Rilke um «argumento» fantástico sobre a compatibilidade entre Deus e o mal. Vamos lá analisá-lo.
«Não esperes até que Deus venha a ti
e diga: Sou.
   Um deus que confessa a sua força
não tem sentido.»

Sem comentários:

filosofiareal

«Quem hoje em dia ensina filosofia não selecciona o alimento para o seu aluno com o objectivo de lhe adular o gosto, mas sim para o modificar.»
Wittgenstein